Resenha: Delta: um comando para o tempo - Ana Cristina Melo

Sinopse: Alex está trabalhando há 72 horas, quando é surpreendido por um convite para entrar num bate-papo virtual. Do outro lado, Sarah se diz presa e pede ajuda. O que poderia, num primeiro momento, soar perigoso, torna-se inacreditável, quando, após algumas mensagens, eles concluem que ela está falando do futuro, por meio de uma janela do tempo.

A história de Sarah começa difícil. Ainda bebê, foi abandonada pela mãe biológica na porta da casa de uma vizinha. Aos 60 anos, Julieta acabou se tornando uma mãe-avó e deu para aquela menininha tudo o que gostaria de ter dado para os filhos que nunca teve. Sarah cresceu amada, cheia de grandes planos e recebendo todo o apoio de Julieta. A menina, que gostava de inglês e de computadores desde cedo, tinha como maior objetivo estudar em Stanford, nos Estados Unidos. Plano feito, plano realizado. 

Durante o intercâmbio de um ano, se dedicou ao máximo para ser aceita na Universidade. Durante os anos da graduação, suas horas eram todas dedicadas aos estudos, sem muito espaço para diversão ou romances. Lá conheceu Jeromy Brown, um famoso cientista que comandava um sigiloso projeto chamado Delta. Quando passou a integrar a equipe, Sarah não imaginava o que viria depois. Uma fatalidade acontece e ela retorna ao Brasil depois de anos morando fora.

Seu caminho se cruza com o de Alex na madrugada do dia 18 de novembro. Ela, presa em um lugar que não conhece. Ele, trabalhando sem descanso em pleno final de semana. Ela, em 2013. Ele, em 2012. É claro que quando a janela de chat surgiu do nada em seu computador com uma estranha afirmando estar falando do futuro, Alex achou que era tudo fruto do cansaço, que ele estava sendo vítima de uma piada ou mesmo de um hacker, nunca que fosse verdade. 

Mas Sarah tem como provar o que diz e se esforça para que Alex acredite nela, afinal, ela corre perigo e teme também pela vida de Julieta. A partir daí, Alex inicia uma corrida contra o tempo para desvendar os mistérios envolvendo o projeto Delta e para tentar impedir que o sequestro de Sarah ocorra. Apaixonado desde que falou com ela por meio daquela janela do tempo, precisa calcular bem cada atitude para que suas ações com a Sarah do passado não tenham consequências negativas para a Sarah do futuro.

A narração é feita na maior parte do tempo em terceira pessoa. No início do livro, a autora lança mão de recursos como matérias de jornal para contar um pouco do passado dos personagens, do início do Projeto Delta e até mesmo da evolução da informática. Foi ótimo para fornecer informações importantes de forma diferente e contextualizar o leitor sem se prender a descrições exaustivas. O livro conta ainda com passagens do diário de Sarah e trocas de e-mails, tornando a narrativa ainda mais dinâmica e variada.

Por não ser cronologicamente linear, Delta: um comando para o tempo mantém o mistério por mais tempo, apesar do desfecho não ter sido uma grande surpresa para mim. O texto vai seguindo em uma direção e, de repente, no capítulo seguinte se volta a algum acontecimento do passado. Mas não é à toa, existem detalhes importantes por lá. Todo esse passeio pelo tempo é devidamente separado em capítulos, portanto a leitura não é confusa em nenhum momento.

Histórias de viagem no tempo não são novidade, mas Ana Cristina Melo construiu um enredo que agrada e prende. Não encontrei furos, que são sempre um risco em tramas assim, as pontas são todas amarradas. Conforme o livro vai se aproximando do fim, o próprio leitor consegue ir encaixando as peças e obtendo as respostas.

A preocupação de Alex com o que seu envolvimento com Sarah pode causar no futuro, faz com que o romance aconteça devagar. Se isso causa angústia na moça, o efeito em quem lê é de uma história de amor mais crível, que acontece e cresce aos poucos. A lição que fica é a de que para o amor não existem barreiras, nem mesmo a do tempo. 

13 comentários:

  1. Oi Carla,
    Achei a ideia bem bacana e de cara já senti carinho pela Julieta.
    Não conhecia o livro, espero lê-lo algum dia.
    Ótima resenha.

    tenha uma ótima terça =D
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  2. Oi Carla!

    Não conhecia o livro, mas a autora parece trabalhar muito bem no enredo!Gosto de Viagens no tempo, acho que vou gostar da leitura!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Olá, Carlinha
    Amo viagens no tempo! Quando era criança adorava assistir De Volta para o Futuro e Efeito Borboleta é um dos meus filmes preferidos. Livro eu acho que nunca li nenhum, apesar de saber que existem vários. Gostei muito da dica desse, que ainda por cima envolve informática, bem nerd, do jeito que gosto.

    ResponderExcluir
  4. Que indicação maravilhosa! ♥

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  5. Oii!
    Ótima resenha ♥ Não conhecia o livro e curti bastante a trama! Quero ler com certeza :) Seguindo, flor ♥

    Beijão!
    http://cantinhodosrabiscos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Nunca li esse livro, mas me interessei muito. Sua resenha ficou otima! Vou pesquisar mais sobre ele e tratar de comprar :D
    http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá Carla!
    Logo nas primeiras linhas da sua descrição, eu já me interessei pela história do livro! Que interessante! A própria narrativa em si também parece ser bem estruturada, de uma forma que o enredo não tenha ficado cansativo... Bem, espero estar certa! rs. Fiquei muito curiosa principalmente em relação ao final, e espero poder ler esse livro em breve!

    Um beijo!
    Débora
    http://amorlivronico.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá flor!

    Esse livro parece muito interessante ^^
    Gosta de mistérios rs

    beijinhos, Debi
    http://www.deborabrazil.com.br/

    PS.: Seguindo seu blog, quando puder participe seguindo meu blog de volta, muito obrigada :)

    ResponderExcluir
  9. Oiii Carla! Gostei do enredo e da sua resenha também. Confesso que fico um pouco confusa quando se trata de viagens no tempo, mas esse aí além de viagens tem um romance :D acho que vou anotá-lo na minha lista! Te marquei em uma Tag la no blog:
    http://www.apenasgiz.com.br/2016/08/tag-de-tudo-um-pouco.html?m=1

    *Beijokas -Hellen Barros.
    www.apenasgiz.com.br

    ResponderExcluir
  10. Se eu amei? Caraca, esse livro parece ser incrível! Inclusive, tempos atrás fiz resenha de um livro da editora Gutenberg que também fala sobre viagem no tempo chamado Revivente, e a capa de Delta me lembrou um pouco a dele, achei uma puta coincidência, hahaha!!! Ótima resenha, beijos!

    (link da resenha de Revivente, caso você tenha se interessado http://www.tobemzen.com/2015/07/resenha-revivente.html)

    ResponderExcluir
  11. Oi, Carlinha

    Menina, eu tenho sérios problemas com histórias que mexem com o tempo. Por algum motivo que eu não sei qual é, elas funcionam melhor para mim através de filmes. Você disse que não encontrou furos, o que é bom, mas mesmo assim tenho meio que um pé atrás. O que não significa que eu não tenha achado interessante, pois achei.
    Essa fatalidade que aconteceu deve ter algo a ver com essa bagunça, né?
    Bom, quem sabe um dia.

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  12. Oi
    legal a premissa do livro e interessante que a diferença é de um ano, acho legal livros assim só que ainda não li nada parecido, só vi filme e nem conhecia esse livro;

    momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Olá, Carla.
    Apesar de não gostar dessa capa, me interessei bastante pelo enredo. Apesar de não ser uma ideia original, eu gosto muito de livros que abordem essa janelas no tempo. Vou anotar aqui para uma futura leitura.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Deixe seu comentário, sua opinião é super importante para nós.

© Entre Aspas - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo