Resenha: Antes que eu vá - Lauren Oliver

Sinopse: Samantha Kingston tem tudo: o namorado mais cobiçado do universo, três amigas fantásticas e todos os privilégios no Thomas Jefferson, o colégio que frequenta — da melhor mesa do refeitório à vaga mais bem-posicionada do estacionamento. Aquela sexta-feira, 12 de fevereiro, deveria ser apenas mais um dia de sua vida mágica e perfeita. Em vez disso, acaba sendo o último. Mas ela ganha uma segunda chance. Sete “segundas chances”, na verdade. E, ao reviver aquele dia vezes seguidas, Samantha desvenda o mistério que envolve sua morte — descobrindo, enfim, o verdadeiro valor de tudo o que está prestes a perder.

Se você acordasse um dia sabendo que seria seu último dia de vida, o que faria? Samantha Kingston sabia. Bem, não na primeira vez, mas nas seis vezes seguintes em que reviveu o dia 12 de fevereiro. Aquela sexta-feira fria era pra ser mais um dia perfeito para Samantha e suas amigas inseparáveis Lindsay, Elody e Ally. Era Dia do Cupido na escola, uma das datas preferidas das meninas, e também o dia em que Sam teria sua primeira noite com o namorado, Rob. Tudo ia bem, mas o dia reservava uma surpresa nada boa: após um acidente, Samantha morre.

O que acontece após a morte? No caso de Samantha, o despertador toca e o dia 12 recomeça. Foi um pesadelo? Ela está louca? Só ela percebe o que está acontecendo? Todas essas perguntas passam por sua cabeça, até se convencer de que tudo está de fato se repetindo.

Sam e as amigas formam o grupinho de populares da escola e se enquadram no clichê da categoria: lindas, fúteis na maior parte do tempo e capazes de atitudes e comentários bem maldosos. Ao reviver aquele dia tantas vezes, Sam vai se dando conta de muitas coisas, entendendo como cada ação nossa, por menor que seja, tem sim uma consequência. E a cada vez que o despertador toca, ela tenta juntar as peças, consertar algo aqui e ali para, quem sabe, compreender porque está presa no mesmo dia e como pode sair dessa situação.

Lauren Oliver conseguiu escrever um livro de mais de 300 páginas, sobre o mesmo dia, sem que se tornasse repetitivo ou cansativo. A leitura flui bem, apesar de os capítulos não serem curtos. Todos os personagens têm espaço na trama e alguns são fundamentais para o desfecho da história.

A protagonista causa antipatia no início da leitura, mas conforme os capítulos passam acompanhamos suas reflexões, sua angústia, sua vontade de fazer as coisas certas. Vemos que Samantha é apenas uma adolescente, alguém que está construindo sua identidade, buscando seu lugar e que encontrou em seu grupo de amigas a proteção para essa fase tão complicada da vida. Aos poucos me peguei torcendo por ela, querendo que ela atingisse seu objetivo de se salvar. Mas aí Samantha entende tudo. E a gente entende junto.

O último dia de vida ou o dia em que algo que mudará sua vida para sempre começam como qualquer outro. Não temos como saber. De uma forma suave, sem ser diretivo, o livro nos traz lições importantes e nos faz pensar a respeito da nossa própria vida. Vivemos de fato os momentos? Observamos as coisas e pessoas ao nosso redor? Sabemos da sorte que temos por tê-las? Ou vivemos como se o dia seguinte fosse uma certeza? Às vezes não é. E, diferente do que acontece com Sam, nosso despertador não tocará nos dando uma segunda chance.

6 comentários:

  1. Olá Carla!!
    Eu adoooooro esse livro, achei incrível a autora me prender com uma história sobre um mesmo dia rs. Comprei o primeiro de uma série dela agora justamente pelo gosto que tomei pela escrita nesse livro.
    Beijinhos

    Paixão de Leitora | Fanpage

    ResponderExcluir
  2. Oi Carla!
    Acredita que ganhei esse livro e ainda não li? ;O
    Preciso separar ele e começar a leitura \o/
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  3. Quero MUITO ler esse livro, li da autora sua trilogia que inicia-se com "Delírio" e amei a narrativa dela!
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi ...
    Sou louca para ler esse livro !!!
    Já vi muita gente dizendo que é bom , então , quero ler para tirar minha própria opinião .
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Esse livro deve ser muito interessante e acho que a gente não tem essa perspectiva, de que a nossa vida pode acabar a qualquer momento, a gente vive como se "tivéssemos muito tempo", não nos damos conta da nossa própria finitude, o que faz com que a gente deixe de aproveitar muitas coisas e de dar importância para as pessoas, porque a gente sempre acha que pode "deixar isso para depois". Acho que esse livro pode dar ao leitor a oportunidade de fazer várias reflexões, não apenas sobre a trama em si, mas também sobre sua própria vida.

    http://lenabattisti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Acho essa história super interessante e pretendo dar uma chance à essa leitura, só preciso achar um precinho bacana hahaha. Mas achei tão legal isso de ficar voltando até que as coisas sejam esclarecidas... Como um quebra-cabeça, é isso mesmo? Espero não me decepcionar. Beijos!!

    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Deixe seu comentário, sua opinião é super importante para nós.

© Entre Aspas - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo