Resenha: Réquiem para um assassino - Paulo Levy

Sinopse: Parecia uma manhã como outra qualquer na pequena Palmyra, uma cidade histórica no litoral do Rio de Janeiro. A caminho do trabalho, o delegado Joaquim Dornelas se espanta com um movimento incomum nas ruas. Diante da Igreja de Santa Teresa e da Antiga Cadeia, no Centro Histórico, uma multidão observa o corpo de um homem atolado na lama seca do canal. Ninguém sabe como o corpo foi parar lá. Não há sinais de arrasto, marcas de barco, violência, ferimentos, nada. Apenas um band-aid na dobra interna do braço esquerdo. Abandonado pela mulher e longe dos filhos, o delegado Dornelas, um tipo humano, amante de cachaça e de mingau de farinha láctea, se envolve de corpo e alma no caso em busca de salvação. Sem aviso, a irmã do morto e um vereador poderoso aparecem para dar informações importantes sobre o que se tornaria um caso de dimensões bem maiores do que Dornelas poderia imaginar. Aos poucos se revela uma complexa teia de interesses envolvendo a política, o tráfico de drogas, a prostituição e a comunidade local de pescadores. A intuição aguçada, a cultura e o conhecimento das forças que movem a natureza humana permitem ao delegado Joaquim Dornelas se mover habilmente pelo emaranhado de fatos e versões que a trama apresenta. O que a princípio seria mais uma investigação na sua carreira, se torna para o delegado uma jornada de transformação pessoal.

Em Réquiem para um assassino somos apresentados a Joaquim Dornelas, delegado da pequena cidade de Palmyra. O protagonista é típico das histórias policiais: tem uma intuição aguçada e não sossega até desvendar completamente o crime. Paulo Levy, porém, soube dar identidade própria ao personagem. Contrastando com a imagem de homem durão que facilmente fazemos de quem trabalha nessa área, Dornelas é fã de novela, come mingau, chora  e sofre com a distância dos filhos após o fim de seu casamento. O foco principal é a resolução do crime, mas o livro vai um pouco além, mostrando também esse lado mais íntimo do protagonista.

O enredo é bem amarrado e a narrativa, em terceira pessoa, é de ótima qualidade. Ao virar de cada página vamos acompanhando as hipóteses levantadas pelo delegado, o aparecimento de suspeitos, enfim, todo o desenrolar das investigações, sem correrias ou atropelos. Em nenhum momento sabemos mais que ele, as descobertas são todas feitas junto com Dornelas. Pequenos acontecimentos vão fazendo delegado e leitor questionarem-se a respeito deste ou daquele suspeito.


Os personagens são bem construídos e o autor nos dá detalhes físicos e de personalidade suficientes para, em nossa imaginação, também ganharem vida.


O livro não perde em nada para os romances policiais da literatura estrangeira, com a vantagem de se passar em nosso país e tratar de temas que fazem parte da nossa realidade, aumentando a proximidade de quem lê com a história contada.


Sobre o autor:



Antes de entrar no meio editorial, em 2001, com uma empresa de livros digitais, fui ex uma porção de coisas: profissional de squash, redator publicitário, dono de agência e até de bar no litoral de São Paulo. ​Em seguida trabalhei com livros na editora Objetiva e com revista na editora Horizonte.Em 2011 lancei-me como escritor. Meu livro de estreia, Réquiem para um assassino, assim como meu último lançamento, Morte na Flip, também é publicado pela Editora Bússola.
Conheça o site do autor.


14 comentários:

  1. Concordo com você: o livro é excelente, sou fã do personagem!


    Abraços, Isabela.

    www.universodosleitores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi linda..
    Tinha ouvido falar no Paulo e no livro.
    Ainda não li, mas tenho curiosidade por se tratar de algo policial.
    Que bom que gostou..
    Ótima resenha.

    beijos
    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Hey
    Não conhecia esse livro!
    Adoro suspense..

    Já está na lista, parecer ser ótimo.
    Sucesso para o autor

    bjs
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  4. Nossa ainda não conhecia o livro, nem o autor. ótima postagem !!!:)
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Não me interessei muito pelo livro. E que bom que o enredo é bem envolvente, mesmo com a narrativa na 3º pessoa. Mas mesmo assim acho que não leria. E não gostei da capa.
    Bjokass

    http://livrosemarshmallows.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Ahhh.. ADORO romances policiais. Amo mesmo!
    Não conhecia este livro/nem o autor - mas já curti a temática.
    E claro: nacional. Estou me apaixonando cada dia mais pela nossa literatura!

    ♥ Beijos, Lu
    http://luizando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito da proposta desse livro. Inicialmente me senti atraído pelo seu título - que é ao mesmo tempo macabro e sugestivo. E, agora, fiquei realmente com vontade de lê-lo por sua história envolvente!
    Ótima resenha, parabéns!

    Abraços!

    pecasdeoito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. A sinopse me conquistou. Gosto bastante de livros policiais. Entrou na listinha haha.

    Beijos

    gemeasthings.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Hum...adoro romance policial! Não conhecia esse livro, mas adorei logo de cara. Gostooo desse gênero e quero muito ler.
    Beijos!
    Paloma Viricio-Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
  10. Oi...
    Adorei o seu blog e já estou seguindo e curtindo...
    Faça uma visita no meu blog, ele é novo e todos os dias tem novidades!!! Se gostar, siga também!

    Espero sua visitinha!

    Bjos
    Andreza

    http://blogdremattos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia o livro,
    mas adorei a premissa parece ser muito bom..
    E sua resenha me deixou mega curiosa pra saber o desfecho dessa estória

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi voltei para dizer que te indiquei para uma tag.

    beijos
    http://livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br/2013/08/tag-11-vamos-responder.html

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia esse livro mas parece ser muito bom! Eu sou fã de literatura policial e já anotei o nome desse! Obrigado pela dica!

    bjs!

    Thaís

    http://umaconversasobrelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Não conhecia esse livro mas parece ser muito bom! Eu sou fã de literatura policial e já anotei o nome desse! Obrigado pela dica!

    bjs!

    Thaís

    http://umaconversasobrelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Deixe seu comentário, sua opinião é super importante para nós.

© Entre Aspas - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo