Resenha: Por favor, cuide da Mamãe - Kyung-Sook Shin

Sinopse: Park So-nyo, 69 anos, levou uma vida de sacrifícios. Há alguns anos, sofreu um derrame que a deixou vulnerável e confusa. Certo dia, viajando do interior da Coréia do Sul até Seul para visitar seus filhos já crescidos, Park perde-se do marido quando as portas do metrô se fecham. Ela nunca mais é vista. Começa então a procura, liderada pela família, que se transforma em uma exploração emocional, repleta de remorso, de lembranças do passado e da triste descoberta da mãe que eles nunca conheceram.

A história se passa na Coréia, os nomes e hábitos são típicos de lá. O conteúdo e o que ele desperta, porém, são universais. Cada capítulo do livro é narrado por um personagem: os filhos o marido e a própria Mamãe. E cada um tem algo a dizer sobre aquela mulher que durante anos empenhou-se para cuidar bem de todos, mas nem sempre teve seus esforços reconhecidos ou valorizados. A busca por Mamãe acontece pelas ruas da cidade, através de cartazes colados em postes, mas também na memória de cada um. Através de lembranças permeadas pela culpa, eles descobrem que a conheciam muito pouco. É a partir de seu desaparecimento que ela passa a existir para eles.

Num primeiro momento pode parecer um enredo clichê (a velha de história de valorizar enquanto se possui) e apelativo, no sentido de querer que o leitor coloque Mamãe no lugar de vítima, de alguém que se anulou completamente em nome da família. Porém, o capítulo narrado por ela guarda algumas surpresas e nos ajuda a completar o perfil que os outros personagens fizeram dela. 


Os personagens são muito bem construídos. A trama é basicamente criada pelas lembranças dos personagens que, de tão cheias de detalhes, até parecem reais. É um livro muito bonito e emocionante, que me fez ficar com nó na garganta em alguns momentos e até mesmo pensar sobre minha relação com a minha própria mãe (que sempre foi ótima, por sinal). Colocamos nossa mãe em uma determinada posição e às vezes esquecemos que por trás dessa denominação tão curta - Mãe - existe alguém cheio de histórias, sonhos, medos... Como nós.


"A palavra 'Mamãe' é familiar e esconde um apelo: por favor, tome conta de mim. Por favor, pare de gritar comigo e faça um afago na minha cabeça; por favor, fique do meu lado, tenha eu razão ou não. Você nunca deixou de chamá-la Mamãe. Mesmo agora que ela desapareceu. Quando você chama 'Mamãe', quer acreditar que ela está bem de saúde. Que está forte. Que não se incomoda com nada. Que Mamãe é a pessoa que você tem vontade de chamar toda vez que de desespera com alguma coisa nessa cidade."

"Depois que a mãe de seus filhos sumiu, você percebeu que quem tinha sumido era sua esposa. Sua esposa, de quem você se esquecera durante cinquenta anos, estava presente em seu coração. Só depois de sumir ela voltou para você de modo tangível, como se fosse possível estender o braço e tocá-la."

20 comentários:

  1. Adoro esse tema de família, e coisas clichês. Gosto também dos personagens bem construídos, amei esse resenha! Porque para nós a nossa mãe é uma heroína, né? Mas não percebemos que elas tem fraquezas! <3

    Beijos, beijos e abraços. www.7hings.com.br, hey te espero lá..!


    ResponderExcluir
  2. Deve ser muito bom esse livro mesmo!

    Tem post novo no blog, visita lá e comenta! Segui aqui, segue lá..
    Blog | Fan Page

    ResponderExcluir
  3. Gosto de livro com tema de família, quero ler esse livro está na minha lista, ótima resenha.
    Beijos
    brubs
    contodeumlivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha. Parece muito emocionante, principalmente por tratar de assuntos familiares.
    boa semana
    ;*

    www.redbehavior.com

    ResponderExcluir
  5. Linda tem certos livros como esse que você leu que nos ensinam muitas coisas para o nosso dia-a-dia, principalmente a valorizar o que temos e não valorizamos entende ? Achei muito linda a história, mas eu não sei se seria meu tipo de história, mas também se eu não dar chance para o livro, como eu vou saber né ? Acho que todos os livros assim que dão uma lição de vida para nós é sempre muito bem vindo, pois o mais importante é isso né ?
    Nossa adorei. Parabéns pela sua resenha. Muito bem escrita.
    beijinhos Linda e tenha um bom Domingo.

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    Ahhh você já está me seguindo né ? Se puder me linkar por favor, faça isso, porque já fiz isso com o seu blog. beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Tenho que agradecer MUITO à blogosfera. Tenho conhecido tantos livros bacanas. E este é um deles. Que incrível! Adorei a dica do livro. Vou abrir o skiib agora para adicioná-lo!

    Beijos
    Luizando

    ResponderExcluir
  7. Parece ser um livro bem emocionante. A sinopse já chamou bastante a minha atenção e a sua resenha foi ótima, realmente me fez querer ler o livro.
    Gostei de saber que o cenário é diferente do que estamos acostumados.

    Beijão
    Sun Rises Here

    ResponderExcluir
  8. Gostei e não gostei da capa mas o livro sim, parece ser muito bom!

    Beijos.
    Páginas na Estante
    @alyneadriana

    ResponderExcluir
  9. Engraçado que esse é aquele livro que estou sempre curiosa para ler, mas nunca parei para conhecê-lo melhor. E, sem dúvidas, é com resenhas como a sua que faz com que as coisas mudem! :)

    Adorei o blog e quero saber todas as novidades! Já estou seguindo. Espero que curta o meu!
    www.pronomeinterrogativo.com

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia o livro, mas achei o enredo interessante;
    Gosto de livros com temas familiares, já que sempre são carregados de ensinamentos.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia o livro,gosto de livros assim,mas do jeito que sou eu choraria,de verdade :S
    vestindo-ideias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Carla, esse livro deve ser daqueles pra gente ler com lencinho na mão né?
    Big Beijos

    ResponderExcluir
  13. Adorei a resenha o livro parece ser muito bom!!

    Conheça meu blog? » http://marciagabriellaa.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  14. Esse livri ja ta na minha lista de desejados faz um tempo mas nunca tinha parado pra saber do que se trata ou lido uma resenha dele. E fiquei bem animada!
    Acho que antes da mulher ser mãe, ela é mulher, né? hehehe

    Bjos
    Flavia - Livros e Chocolate

    ResponderExcluir
  15. Não conhecia mas fiquei com vontade de ler depois dessa resenha <3

    Beijos, Letícia.
    Desconstruindo Amélia

    ResponderExcluir
  16. Muito bom
    Da uma passadinha lá no meu blog quando puder, se seguir é só avisar que sigo de volta. CLIQUE AQUI NO AMO MODA E MAKE

    ResponderExcluir
  17. Cara que enredo lindo! acho que eu ia chorar muito nesse livro kkkkkkkkkkk
    fiquei com vontade de ler agora!

    ResponderExcluir
  18. Não conhecia o livro,
    Mas a sua resenha me comoveu muito... Fiquei muito curiosa pra ler, me parece ser linda e tenho certeza que vou chorar horrores.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. nunca tinha ouvido falar nesse livro mais pela resenha deve ser bom
    adorei o blog
    bju

    http://aieuvivantagem.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. oi Carla
    td bem?
    esse livro deve ser comovente mesmo
    seguindo o blog
    bjs
    Lucianna Pink

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Deixe seu comentário, sua opinião é super importante para nós.

© Entre Aspas - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo